3 anos e 4 meses, e ainda não fala!

 

 

 

 

toda-crianca-fala-errado-custom

 

Outro dia, chegou um bilhete na agenda do Bernardo, da coordenadora, pedindo uma reunião comigo.

Reunião particular, somente comigo.
Confesso que entrei em pânico! Nunca aconteceu isso comigo. Nem nos áureos tempos em q Anna Laura mordia e batia A RODO os coleguinhas de sala.
O bilhete chegou na sexta, então passei o fim de semana todo tentando entender o porque de uma reunião só comigo.
Numa conversa com meu marido e com a minha mãe, chegamos à suposição de que seria algo sobre a fala do Bernardo. Ou a falta da fala.
Bernardo, como eu coloquei no título, ainda não fala muito. Na verdade, muito ele fala, o problema q é quase 80% sem entendimento.
Ele tem um idioma próprio que até meses atrás era fofo, agora é preocupante.
Ele é uma criança ótima, que se comunica muito, que participa de tudo, é esperto, inteligente e moleque mesmo. Apronta muito. Em contra partida o Bê é uma criança muito carinhosa, manhosinha, cheia de beijos e abraços. Ele adora colo, mimo, coisas de bebê, embora fique muito bravo qdo o chamamos de bebê. E acho q por isso ele se acomodou com o idioma de bebê, acostumou em apontar e a gente pegar ou fazer o que ele ta pretendendo. E eu fui deixando. Fui achando fofo a forma erradinha q ele falava e o resultado foi esse: a escola me chamou pra q eu comece a pensar em marcar fono pro Bê.
Na vdd, isso já está engatilhado há algum tempo pq eu tava meio empurrando com a barriga isso, mesmo percebendo que a fala dele estava ficando pra trás. Eu sabia desde o ano passado. E daí comecei a correr atrás disso (pq fonoaudiólogo pelo plano de saúde é uma LASTIMA!) antes da escola pedir essa reunião. Então cheguei lá com um feed back. 
Mas sei que demorei, pq desde ano passado, nessa época março, abril, qdo o Bê tava com 2 anos e 4 meses, eu comecei a perceber q ele tava demorando a falar as primeiras palavrinhas. Eu comparava muito ele com a Anna, que começou a falar muito antes dos 2 anos.
Mas como disse, fui empurrando com a barriga.
Só que agora não terei mais como fugir. Nem posso. A negligência passou dos limites. (rsrsrs)

Confesso que me dá certa agonia e tristeza e frustração de ver ele crescendo, todas (a maioria) as crianças da idade dele falando pelos cotovelos e ele falando ainda aquele idioma Bernardês.
Mas acredito q as sessões com a fono vão nos ajudar muito e em breve espero vê-lo falando pelos cotovelos!!!!

Página 1 de 6212345...102030...Última »