Sobre uma saudade…

Sobre uma saudade…

Sobre uma saudade...

Sobre uma saudade…

 

Hoje acordei sentindo saudade.
Saudade de uma pessoa q há anos se foi, tentou voltar, mas se foi novamente.
Saudade de cuidar dela, de ter tempo pra ela, saudade até de colocá-la em primeiro lugar em tudo. Não, nunca me senti egoísta. Ela era prioridade.
Eu dormia e acordava cuidando dela.
Passava horas após o banho cuidando do corpo, pele, mente e cabelos dessa pessoa.
Me sentia feliz com o q eu via.
Mas ela se foi. E tenho a impressão de que nunca mais a encontrarei.
Eu a amava demais, e hj, não a amo como antes.
Sinto saudade talvez, de amá-la daquela forma.
Hoje coloco tudo na frente desse amor e na frente dela.
Não cuido mais dela, não me preocupo mais com ela, mas não pq não sei mais fazer isso, mas por falta de tempo.
Sinto saudades DE MIM.

E quem nunca se perdeu assim, depois dos filhos?
Eu hoje acordei com saudade de mim. De estar comigo.
Eu não me preocupo mais comigo ha anos.
Como se dá, o que dá e o q tem.
Durmo se dá.
Me divirto se consigo.
Cuido do básico.
Tomo banho por higiene e banhos rápidos, as vezes não duram nem 5 minutos.
Não cuido mais do meu cabelo. Bem eu q era louca por eles.
Não faço as unhas. Corto-as por segurança.
Minha alimentação é regrada. As regras são: qto mais rápido for o preparo melhor.
E isso implica em comer qlq coisa. E qlq coisa geralmente engorda.

Me esqueci como mulher. O tempo q eu teria pra curtir o marido, namorar, me distrair, eu acabo preferindo dormir. Pq vai saber q horas os filhos vão acordar? A gente tem q aproveitar.
Sinto q eu sobrevivo. Viver ainda é luxo.

Pode ser culpa minha. Talvez eu não saiba lidar com prioridades.
Outro dia uma amiga me disse uma coisa bem sábia: “em caso de despressurização, coloque a máscara EM VC PRIMEIRO, depois em quem está ao seu lado. Vc precisa estar respirando pra ajudar ao outro. E isso não é egoísmo. É sobrevivência”.
Pensei muito sobre isso. Ela tinha razão.
Mas kd q eu consigo?
Eu passo todo mundo à frente de mim, daquela EU q eu tanto sinto saudade. E qdo enfim, eu tenho tempo pra mim, eu não tenho mais. Alguém me chama, me requisita, precisa de mim. E lá vou eu colocar a máscara em alguém, deixando com q eu, quase perca a respiração.

A vida é feita de escolhas. E todas as escolhas q eu fiz na vida, foram inteligentes, foram as certas pra mim. Mas não é pq eu escolhi ser mãe e esposa que eu não possa me sentir assim as vezes. Com saudade de uma pessoa q hj eu não sou mais.
Não sei dizer se eu era mais feliz ou menos feliz.
Eu só era diferente. Só era outra pessoa. Uma pessoa q me faz falta.

Me perdoem o desabafo. Mas hj acordei meio perdida, meio introspectiva, meio aquele sentimento “sou meio mãe, meio esposa, meio eu, meio tudo, não consigo fazer nada por inteiro”!

E essa aí da foto? Era eu  recém casada, q trabalhava, q saía, q namorava, q tinha todo tempo do mundo.
Mas pensando bem, eu não tinha o principal da vida: MEUS FILHOS!

Translate »

Receba nossas novidades no seu email!!!

Receba nossas novidades no seu email!!!

Se você gostaria de ser sempre informado sobre as nossas últimas novidades, basta preencher o formulário com seu nome e email.Obrigada pela sua visita!!!