10.000 compartilhamentos!

Outro dia, lendo coisinhas maternas na internet, me deparei com um texto simples, claro e bem escrito e achei q ia ser legal post-a-lo, juntamente com uma foto minha e da Anna ainda RN, na fan page do blog, no facebook.
Fiz o post sem pretensões algumas, apenas pq realmente achei lindo demais.
De repente, minhas notificações começaram a pular na minha frente.
Um, dois, três, vinte, oitenta compartilhamentos desse post!
Fiquei besta!
Fiz sem pensar em nada, apenas pq achei lindo.
Os dias foram passando, passando, passando e o facebook me mandou um email me avisando q havíamos ultrapassado 800 compartilhamentos!
Fiquei feliz e assustada, afinal, as pessoas não só estavam compartilhando um texto e sim uma foto MINHA com a minha filha!
Comecei a olhar as pessoas q estavam compartilhando e fiquei emocionada!
Teve uma pessoa q compartilhou e escreveu: “texto incrível e foto mais linda ainda”. Fique com o ego lá nas alturas né! rs
Enfim…os dias foram passando e aquilo só aumentava! Cada dia mais 200, 300 compartilhamentos!
Dai uma menina me mandou um inbox pedindo pra eu recompartilhar! E eu fiz.
Daí hj eu abri meu facebook e vi q aquele post está com nada menos que 10.000 compartilhamentos! DEZ MIL! Dez mil pessoas gostaram do q eu postei e compartilharam! 

Então, hj, decidi q o meu post aqui no blog ia ser esse texto q tá fazendo sucesso pela rede!
O texto e a foto, exatamente!

Segue o texto e a foto dos 10.000 compartilhamentos!

Ah e se vc quer curtir nossa fan page no face tb, clique no botão logo aqui à sua direita!!! :)

Por uma mãe 

Ele é o nó no meu cabelo.
O esmalte descascado na minha unha,
as olheiras no meu rosto.
Ele é o brinquedo na gaveta de roupas,
o amassado nas páginas do meu livro,
o rasgado no meu caderno de anotações.
Ele é o melado no controle remoto,
o canal de televisão,
o filme no DVD.
Ele é o farelo no sofá,
As tesouras no alto.
Ele é o backup no computador,
o mouse escondido,
as cadeiras longe da janela.
Ele é a marca de mão nos móveis,
o embaçado nos vidros,
o desfiado nos tecidos.
Ele é o ventilador desligado,
a porta do banheiro fechada,
a gaveta da cômoda aberta.
Ele é o coque na minha cabeça,
o amarrotado nas roupas,
as frutas fora da fruteira,
os panos de prato amarrando os armários.
Ele é o meu shampoo cheio de água,
a espuma no chão do banheiro,
o brinquedo dentro da privada.
Ele é o interruptor nas tomadas.
Ele é o peixe no aquário,
a árvore de natal,
os “pisca-pisca” de todas as casas.
Ele é o círculo, o susto….
A primeira visão da lua no começo da noite….

O valor do trabalho, a vontade de aprender,
a minha força,
a minha fraqueza,
a minha riqueza.
Ele é o aperto no meu peito diante de uma escada,
a ausência de sono diante de uma febre.
Ele é o meu impulso, o meu reflexo, a minha velocidade.
O cheirinho no meu travesseiro,
o barulho,
a metade,
o azul.
Ele é o vazio triste no silêncio de dormir,
o meu sono leve durante a noite.
Ele é o meu ouvido aguçado enquanto durmo.
A minha pressa de levantar da cama,
a minha espera de bom dia.
Ele é o arrepio quando me chama,
a paz quando me abraça,
a emoção quando me olha.
Ele é meu cuidado, a minha fé,
o meu interesse pela vida,
a minha admiração pelas crianças,
o meu respeito pelas pessoas,
o meu amor por Deus.
É o meu ontem,
o meu hoje,
o meu amanhã.
Ele é a vontade,
a inspiração,
a poesia.
A lição, o dever.
Ele é a presença, a surpresa
a esperança.

A minha dedicação.
A minha oração.
A minha gratidão.
O meu amor mais puro e bonito.
A minha vida!



Beijos e ótimo começo de semana!


11 Comentários

Deixe uma resposta