A importância do pai…


Daí q derrepente o marido vira PAI.
E nem ele e nem vc estão acostumados com essa mais nova posição dele.
E nem ele se acostumou ainda com o seu novo estado de mãe.
Tá tudo uma bagunça e as cobranças acabam acontecendo. Natural.
A mulher, q até então era somente a mulher, passou a ser mãe e passou acima de tudo a priorizar esse momento, e o pai nem sempre entende.
Introduzir o marido nesse circulo, pode muitas vezes demorar.
Pra mulher, as coisas são mais naturais, a mulher se torna mãe assim q se vê gravida, mesmo q de 2 semanas. Mãe é mãe desde sempre. Pro pai as coisas são mais demoradas, tipo doses homeopáticas.
A criança reconhece a mãe na gravidez mesmo, a voz da mãe e o batimento do coração da mãe são essenciais pra vida do feto, já o pai, é meio coadjuvante nessa história toda, né?
Mas ele vira pai. Uma hora ou outra ele vira pai e isso demanda algumas mudanças.
A ajuda do pai é essencial na vida do bebe e da mamãe, claro. Afinal de contas, a mãe precisa muito de ajuda do pai, seja com o trocar de uma fralda, ou seja apenas pra fazer dormir. A presença do pai é essencial em todos os momentos.
Daí q o pai da Anna Laura é ótimo.
Muitas coisas ele não faz por medo, mas aos poucos ele está se acostumando e perdendo esse medo.
Ele sabe dar banho, troca a fralda, adooora fazer a Anna dormir, mima, brinca,. lota a menina de fotos, conversa, canta, reza com ela, me ajuda. Se eu preciso acordá-lo as 4 da manhã pra me ajudar, ele logo pula da cama sem reclamar.
Tenho q confessar q eu evito muito q isso aconteça.
Dificilmente eu o acordo pra qlq coisa q seja na madrugada. Sei lá, não acho justo. Mas muitas vezes ele mesmo acorda sozinho e se oferece pra ajudar e muitas vezes eu não nego e aceito, confesso tb…rs
Qdo ele chega em casa no fim da tarde, a primeira coisa q ele faz é pegar a Anna no colo. E fica namorando ela…e eu adoro, pq daí eu posso fazer a janta e lavar a louça. Ele só me devolve a pequena qdo ela quer mamar, pq aí ele não pode me ajudar né…hahaha
A ajuda do pai e a presença dele na vida do filho é essencial pro crescimento e desenvolvimento, sem essa presença, tudo fica bagunçado, nada faz muito sentido.
Sou muito feliz pq eu tenho um marido de ouro. Ele é um PUTA pai mesmo. Só tenho a agradecer.
Lógico q muitas vezes ele tb está cansado, mas msm assim não se nega a ficar com ela qdo eu preciso, mesmo q o relógio marque 3 da matina…rs


Toda noite, antes do banho dela, marido pega a Anna e leva ela pro chuveiro com ele. E fica lá por uns 20 minutos e ela AMA. Se enche de sorrisos, e isso estreita demais a relação dos dois.
Muita gente me pergunta se eu não tenho medo de deixá-la la com ele, medo q ele a deixe cair essas coisas, mas eu confio nele 100%, cegamente. Eu sei do cuidado q ele tem com ela e por isso deixo ela lá com ele, fecho a porta do banheiro e ele me chama qdo acabou a horinha “papai-filhinha”. Daí do chuveiro ela vai direto pra banheira pro banho de verdade. E ele ainda fica la com a gente esperando o banho dela terminar!
Só ele consegue fazer a cólica dele passar. Não adianta! É só no colo dele q ela relaxa a ponto de dormir mesmo, de roncar! E ai de mim se tento pegá-la….rs…ela beeeeeeeeeerra!…rs


É uma pena q eu só tenho essa ajuda depois das 6 da tarde e de fim de semana. Mas alguem tem q trabalhar nessa casa né???? hahahaha


Posso dizer q eu tenho sorte por ele estar sempre do meu lado.
E pra eu estar falando isso assim, é pq é verdade, pq eu não sou nem nunca fui uma pessoa q puxa o saco…rs…se não fosse, eu nem falaria nada! rs…ele sabe disso!

Obrigada papai por estar sempre nos ajudando e nos amando. 
É vc q nos protege e nos guia.
Amamos vc! :)


Mamãe e Anna Laura!

14 Comentários

  1. • déia musso • says:

    Oi amiga!

    Então, mãe é mãe. A gente sente os primeiros movimentos, a gente enjooa nos primeiros meses, o corpo da gente muda, a vida muda. Antes que a deles claro. Sem dúvida.
    Mas junto com o neném, acredito que nasce uma nova mamãe e um novo papai e depois disso os capítulos da história da família vão sendo contruindo diariamente, né?

    Lindo você relatar tudo, a gente sabe que mãe sempre vai acabar se sobrecarregando um pouco mais, mas afinal, eles ralam o dia todo pra manter nosso “vidão” né? haha

    Muito bonitas as fotos do papai coruja com a princesa!!!

    Bezinhos nossos,

    Deínha e Lilo ♥

  2. Than says:

    Tha, nao, ela toma banho na banheira mesmo, mas ela vai pro chuveiro com o pai pra aguinha quente cair na barriguinha e costas só…rs…ela AMA…super recomendo…rs…mas o ideal é ir com o pai! Com a mãe o bebe fica procurando as peitolas…rs..nao da muito certo!
    Mas sem sabonete sem nada, pq pode escorregar!
    Experimenta…rs…é otimo! A Anna Sophia vai amaaaar!

    Bjos

  3. Angel says:

    Sem dúvida Than… a presença dos papis é muito importante não só pra gente, pois ajuda demais, mas tb para ambos ( papais e filhos) pois como tu dissestes…estreita a relação, uma vez que por enquanto o mundinho deles gira em torno de nós, mães, então, papai por perto é mais carinho, ajuda, atenção e amor!!

    BJS..

  4. Ariele, says:

    Que lindos! :)
    Meu marido nunca teve essa idéia, mais concerteza depois de ver essas fotos acho que ele vai adotar a idéia, a Eduarda já tem 6 meses é mais espuleta, mais não custa tentar! hehe..Beijos! :*

  5. Cláudia Leite says:

    Than,

    Acredito que além da ajuda que os papais dão o que nos deixa mais felizes é o fato de saber que o vínculo entre papai e bebê se reforça quando o papai participa. É aquele lance de saber que se algo acontecer com a gente alguém estará alí para dar todo o carinho que ela precisa, nos dá segurança ver que esse relacionamento está fortalecido, neh?

    bjo!

  6. Lu says:

    Q delicia! Realmente o papel do pai é muito mais importante do q imaginamos! Estou louca pra ver o Ariel como pai! Acho q ele vai pirar, se hoje em dia os olhos dele se enchem de lágrimas só de imaginar o filho e a vida deles juntos!!

    Beijos!

  7. Amanda says:

    Aqui em casa tenho um projeto de pai, sim pq ele mesmo concorda que pai mesmo é dps que o neném nasce, vejo ele meio enciumado por eu sentir ela mexer, essas coisas, mas ele está cheio de ansiedade, se preparando para o grande momento!
    O Airton realmente parece ser um grande pai, e um ótimo marido, parabéns à vcs duas, por porem contar com um homem a seu lado que realmente faz a diferença!

    Bjinhos

  8. Mamãe Jú says:

    Parabens ao papai… porque amiga isso é mto raro…
    Amanda hoje tem 1 ano e meio… e agora que chama pelo pai .. e mesmo assm ele fica 5 min com ela e me devolve… as vezes nao da tempo nem pro banho…
    a minha sorte é que meus pais estao sempre por perto…
    Ele nunca trocou uma fralda, nunca deu um banho sozinho…nada.
    Parabens ao papai…
    Sorte da Anna e da mamãe.

  9. Michele says:

    Than, a gente se “fala” por telepatia, só pode ser! Eu tava aqui justamente pensando em escrever sobre a importância do pai na criação dos filhos… e quando te li, vi o meu marido! haha A Clara também só sossega com as cólicas no colo dele e ele morre de medo de fazer algumas coisas, mas troca fralda, levanta assim que ouso mencionar seu nome (embora eu tbe evite a todo custo, já que eu não trabalho e posso cochilar durante o dia) e só não dá banho. Disse que vai esperar ela crescer um pouquinho! rss É muito bom podermos contar com maridos-pais assim… nos sentimos mais seguras por sabermos que os temos por perto!

    Quando ao post anterior, sempre fico pensando quando a minha pequena vai sorrir de verdade, esticar os bracinhos pra vir no colo e falar o tal abuuuu… já com 2 meses??? Logo tá aí! Iupiiii!!!

    Than, às vezes eu acho que ela pega no sono muito mais fácil em outros colos do que no meu. E me sinto menos amada (aloka!), menos querida! Tipo: minha filha não me ama e não me quer, sabe? hahaha Li num outro blog que o bebê luta pra dormir porque não quer se “separar” da mãe, o que não ocorre em outros colos, mas fico chateada com ela berrando comigo e parando de chorar com outra pessoa. É só comigo que isso acontece?

    Um beijo, gatona!

  10. Márcia says:

    Esse contato com o pai futuramente irá trazer bons frutos. Eu não tive esse contato com meu pai, então nossa relação é muito distante. Passo meses sem falar com ele e não sinto falta, é uma pena isso acontecer, e com certeza, esse vinculo que seu marido e sua filha estão criando jamais se romperá.

Deixe uma resposta